Clipping – Z1 Portal – Mercado imobiliário apresenta estabilidade e deve crescer 5%, em comparação com 2021

 

Segundo uma projeção da FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas), o mercado imobiliário deve apresentar crescimento de 4,5% a 5% até o fim de 2022. Mesmo com a inflação e a taxa Selic nas alturas, o setor apresentou um progresso de 2,7% no segundo trimestre do ano, em comparação ao primeiro; se comparado com 2021, essa foi a melhor performance desde o terceiro trimestre do ano passado, que registrou um aumento de 4,4%.

A expectativa dos especialistas é que os preços dos imóveis se estabilizem e comecem a cair no último trimestre, o que pode alavancar o interesse das pessoas pela aquisição de imóveis. Ainda assim, também é esperado um progresso mínimo, considerando a situação econômica turbulenta do país. Os juros altos, as eleições presidenciais e até mesmo a Copa do Mundo são indicados como os principais agravantes desse cenário, mas, mesmo com tantos obstáculos, o mercado imobiliário continua estável.

Mesmo diante de crises, o setor de imóveis nunca deixa de apresentar procura, apesar de ser um dos primeiros a sofrer com fatores como inflação e juros. Segundo uma pesquisa realizada pelo Censo de Moradia QuintoAndar, 87% dos brasileiros têm o sonho de conquistar sua casa própria, por isso é um mercado que está sempre com o interesse constante da população. Mesmo no pior cenário econômico dos últimos anos, registrado durante a pandemia da Covid-19, em 2020, as vendas continuaram em alta graças à baixa histórica da Selic, que manteve o setor aquecido.

Atualmente, com a taxa Selic atingindo 13,75% ao ano, os financiamentos acabam ficando mais complicados, o que força as imobiliárias a reduzirem os valores para conseguir oferecer negócios mais atrativos para diferentes públicos. Esse costuma ser o momento que os investidores passam a adquirir terrenos, apartamentos e imóveis para revenda no futuro, o que ajuda a manter o mercado ativo. Esse pode ser um bom momento para os interessados buscarem um financiamento imobiliário, pois acaba servindo como investimento.

Por todos esses motivos, a tendência é que o mercado imobiliário encerre 2022 com um saldo positivo e continue crescendo gradativamente em 2023. Os especialistas afirmam que as oportunidades do setor existem em qualquer cenário, então, mesmo durante crises econômicas, ainda é possível fazer bons negócios envolvendo imóveis, especialmente para aqueles que planejam revender quando o mercado estiver aquecido novamente, pois o lucro pode ser bem alto.

Fonte: Z1 Portal


Warning: Division by zero in /home/storage/b/85/51/irirgs2/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1457