Assembleia Geral Ordinária presta contas da gestão em 2020

A Assembleia Geral Ordinária reuniu os associados para a análise e prestação de contas da gestão do Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS). A atividade contou com uma grande apresentação das contas da gestão de 2020, além de uma excelente e otimista conversa sobre o próximo ano que se aproxima.

Este ano histórico, marcado pelas dificuldades geradas pela pandemia mundial, não desanimou a liderança do Instituto, que realizou incríveis 107 reuniões ordinárias, que envolveram a diretoria e outras entidades. Esses encontros resultaram novos acordos de cooperação, convênios e o desenvolvimento e melhorias da Central de Registro de Imóveis do Rio Grande do Sul (CRI-RS).

Também foi um ano marcado por pleitos exitosos, como o pedido de revisão do Artigo 649 da CNNR, relativo ao pagamento dos emolumentos pelas averbações de indisponibilidade, através da publicação do Provimento 41/2020, que contemplou os serviços de Registros de Imóveis.

A nossa classe deu passos largos em direção a maior desburocratização da rotina do Registro de Imóveis na alienação fiduciária de imóveis, através do pedido de alteração do Artigo 579, §1º, da CNNR, que gerou o Provimento 31/2020.

Um pedido de esclarecimentos protocolado pelo IRIRGS na CGJ/RS também resultou na publicação do Provimento 36/2020. Como se não fosse o suficiente, ainda foi possível buscar a dilação de prazo para a implementação de QRCODE: um pleito muito solicitado pelos associados e que foi concedido pela CGJ/RS aos cartórios gaúchos.

Também foram exibidos dados da CRI-RS, que mostram o aumento de qualidade no atendimento da Central, bem como, o número crescente de usuários que se habituam e usam rotineiramente esse indispensável serviço para a sociedade. A atividade foi realizada no dia 4 de dezembro.

Deixe uma resposta

Fechar Menu