Clipping – UOL – Os cuidados ao investir em imóveis

Imóvel é um dos melhores investimentos que você pode fazer. Quem nunca ouviu isso? Pois é. Eu também escutei isso a minha vida inteira, e a primeira coisa que fiz assim que fiquei noiva foi comprar um imóvel com a esperança de ganhar muito dinheiro com ele. Será que vale mesmo a pena comprar imóvel como forma de investimento? Vou contar um pouco da minha experiência pessoal e mostrar dados que encontrei na internet. Hoje, depois de 6 anos morando no meu apartamento, estou pensando em me mudar e analisando as possibilidades que tenho com esse imóvel. Uma delas é a venda dele, e para isso chamei uma corretora que mora no meu condomínio e não cobrou pela avaliação – apenas o percentual da venda.

Vamos aos números Comprei o imóvel na planta em janeiro de 2011 pelo valor de R$ 225 mil. Foi prometida a entrega em março de 2013. Acabou atrasando bastante a obra e somente consegui pegar as chaves em outubro de 2014. Pagamos R$ 25 mil para a construtora assim que assinamos os papéis e, em 2014, assumimos o financiamento. O saldo devedor acabou sendo corrigido, e, ao invés de pagar os R$ 200 mil, o valor subiu para R$ 225 mil novamente.

O valor de R$ 25 mil corrigido pelo IGP-M desde janeiro de 2011 até setembro de 2020 resulta em R$ 42.345,11, e o valor de R$ 225 mil corrigido desde julho de 2014 corresponde a R$ 354.358,28, totalizando R$ 396.703,39.

A avaliação

Meu imóvel foi avaliado pela corretora de imóveis, que chegou ao valor de R$ 360 mil para a venda. Se junto do apartamento deixarmos os móveis, conseguiremos um valor maior, mas não muito mais, pois não valoriza tanto assim. Então, acreditando que conseguimos R$ 10 mil a mais por todos os móveis, pois só tirarei os eletrodomésticos, cama e sofá, o imóvel será vendido pelo total de R$ 370 mil. Isso sem contar nenhum tipo de desconto, negociação ou gasto com despachante.

Além disso, tenho que descontar ainda 6% do valor da venda do imóvel, pois este costuma ser o valor praticado por corretores. Então, vem para minhas mãos o valor de R$ 347 mil. Ou seja, à primeira vista pode ter parecido um bom negócio comprar um apartamento de R$ 225 mil e vender por R$ 370 mil. Um lucro aparente de R$ 135 mil.

A inflação

Se você considerar a inflação, é possível perceber que esse lucro não existe. Muito pelo contrário! Estou no prejuízo! É isso que poucas pessoas não veem na hora de falar que imóvel é um excelente investimento. Comparam o preço de compra com o de venda, mas esquecem de incluir a inflação nesse cálculo.

Não sou um caso isolado. A maioria dos imóveis no Brasil mal vence a inflação anual na sua valorização. Separei este estudo bem completo sobre o tema, basta clicar aqui. É claro que existem imóveis que fogem dessa regra, mas na média a maioria rende pouco mais que a inflação. Quando considerados custos com impostos, reformas, financiamentos, é fácil perceber que a conta fica ainda mais apertada.

Não sou contra a compra da casa própria. Acredito que você deve usar seu dinheiro da forma que o faz feliz, porém saiba que comprar imóvel está longe de ser a forma mais eficiente de investir sua grana.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

Fechar Menu