Mercado imobiliário em alta: CRI-RS quase dobra o registro de compra de imóveis e pedidos de certidão crescem em 24,6%

O mercado imobiliário do Rio Grande do Sul vem se modernizando e mostrou aquecimento mesmo durante a pandemia. Apesar do isolamento social, as pessoas continuam investindo na compra da casa própria com segurança, através da Central de Registro de Imóveis do Rio Grande do Sul (CRI-RS). De acordo com dados da CRI-RS, entre maio e agosto deste ano, os serviços de Protocolo de Imóveis quase dobraram, com aumento de 94%. Os pedidos por certidões, que também são um bom indicativo do aquecimento, cresceram em 24,6%. Os números representam os serviços realizados de forma remota em 228 cartórios gaúchos.

O serviço inteiramente online permite que as pessoas registrem a transferência de propriedade, sem sair de suas casas. Segundo o diretor de comunicação do Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS),  Fernando Pfeffer, o setor de registros de imóveis já estava pronto para atender as pessoas de forma remota e ágil, o que ajudou a enfrentar o baque econômico da pandemia. 

– Estávamos preparados para a questão do distanciamento e isolamento social e esses números refletem a modernização do setor imobiliário. Hoje, em boa parte, os serviços são praticados de forma online. Por isso o setor de registro de imóveis mostrou aquecimento e está passando bem, mesmo durante a pandemia – relata Fernando Pfeffer.   

Os procedimentos online servem como uma medida importante para cumprir as regras de distanciamento. Para acessar a Central de Registro de Imóveis, basta ir até o site www.cri-rs.com.br. Os serviços estão disponíveis para todo o estado do Rio Grande do Sul.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu