Clipping – Seu Dinheiro – Como aproveitar a crise para comprar imóveis baratos em leilão?

Com a  pandemia do novo coronavírus a ocorrência de leilões de imóveis tem sido ainda maior. Até o fim deste mês, por exemplo, oito bancos planejam leiloar cerca de 373 propriedades. Entre eles, estão o Bradesco, Itaú Unibanco, BTG Pactual, Banco Pine e Santander. Os lances incluem valores desde R$ 20 mil, até pouco mais de R$ 7 milhões.

O momento é, na verdade, muito favorável para esse tipo de negócio. Afinal, para muitos a interrupção do trabalho, o desemprego e a redução salarial que a quarentena fez as dívidas acumularem. E, sem conseguir pagar as contas, o que aconteceu é que diversos imóveis acabaram indo a leilão como forma de pagar credores.

No caso de quem perdeu o imóvel, é realmente uma pena. Mas, para quem está com dinheiro sobrando e não sabe muito bem onde investir, essa pode ser uma oportunidade e tanto. Isso porque imóveis à venda nestas condições costumam valer muito menos do que deveriam, chegando a ‘preço de banana’. Assim, investir em leilões de imóveis pode trazer lucros vantajosos de 50%, 60%, 80% e até 112%.

Esses números não sou eu quem está inventando, são lucros reais de pessoas como o Lerry Granville, um expert em leilões de propriedades pela internet. Assim como os casos que eu citei acima, ele também se afogou em dívidas um dia, e viu sua casa quase ser leiloada a um preço muito inferior ao que realmente valia.

Atuando como empreendedor, ele acabou se envolvendo em contas que não poderia pagar, pegou alguns empréstimos e, no fim, viu a financiadora tomar todos os seus bens para que pudesse quitar tudo o que devia.

Foi quando percebeu que precisava tomar uma atitude.

Assistindo ao seu próprio imóvel indo à leilão, ele decidiu que queria entender mais sobre o assunto e negociar na outra ponta do balcão. O lado de quem investe nesse imóveis. Para isso, estudou, se aperfeiçoou, até que compreendeu como era possível ter lucros muito altos com esse tipo de negócio.

Ele conquistou milhões fazendo apenas isso: arrematando imóveis a um preço baixo em leilões, e depois vendendo-os pelo dobro. Ao longo dos anos, já se beneficiou com mais de 190 construções. E agora ajuda pessoas a chegar ao mesmo patamar que ele.

Depois da tempestade que foi a sua vida ao correr o risco de perder a sua casa, o Lerry se deu conta de algumas coisas sobre como são os leilões de imóveis. A principal delas foi ver que tinham milhares de propriedades sendo leiloadas a um preço ridiculamente baixo.

A segunda coisa foi que percebeu que quase ninguém conhece ou se interessa por esse mercado. Ele as salas de leilões, mesmo no dia da arrematação, ficarem totalmente vazias… Isso vale para leilões presenciais e online. A verdade é que pouca gente participa.

Foi vendo um campo lucrativo e quase inexplorado do mercado que o Lerry decidiu: “preciso aprender mais e entrar de cabeça nisso”. De lá pra cá, descobriu todos os macetes para encontrar e comprar imóveis abaixo do valor que realmente valem, para depois vender ou alugar com margens altas e bastante seguras.

Agora, ele é milionário, já tendo arrematado cerca de 190 imóveis que variam entre apartamentos, casas, terrenos, flats, lojas e salas comerciais…

Em sua visão, essa é a melhor oportunidade para se fazer muito dinheiro no Brasil. E ele cita alguns motivos:

  1. Imóveis são um investimento sólido. Com eles você pode fazer o que quiser: alugar, vender, usar como garantia em um empréstimo, como capital de giro se for dono de uma empresa e até mesmo como fiança…
  2. Não há chances de você perder dinheiro. É determinado por lei que o imóvel possa ser vendido a 50% do valor da avaliação judicial. Mas, na prática, ele pode chegar até 80% do valor de mercado ao final do leilão.
  3. Você não precisa nem sair de casa. Desde o novo Código de Processo Civil (CPC), artigo 82, se tornou permitida a utilização de recursos de leilões pela internet. Portanto, você só precisa de uma boa conexão para participar.
  4. A grande maioria dos leilões são vazios. Geralmente há muitas pessoas visualizando o mesmo imóvel nos leilões mas, no momento de dar um lance, a realidade é que pouquíssimas pessoas reconhecem a oportunidade.
  5. É possível começar mesmo sem dinheiro. Até mesmo quem tem o nome sujo pode comprar imóveis em leilão. Uma resolução de 2015 garantiu que até quem está em uma situação financeira ruim pode participar desse tipo de negócio.

Como você mesmo pôde ver, o Lerry identificou vantagens que talvez nenhum outro investimento ofereça. São preços baixos, com risco praticamente 0 e chances reais de ampliar o seu patrimônio. Mesmo que você não tenha nada no começo.

Fonte: Seu Dinheiro


Warning: Division by zero in /home/storage/b/85/51/irirgs2/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1457

Deixe um comentário