Representantes do Fórum de Presidentes comparecem à reunião na Corregedoria-Geral da Justiça

O encontro teve como objetivo debater as inspeções virtuais

Na última quinta-feira (28.06), integrantes do Fórum de Presidentes, representantes das classes notarial e registral do Rio Grande do Sul, participaram de uma reunião na Corregedoria-Geral da Justiça para debater as inspeções virtuais propostas pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ/RS).

Tal demanda se refere ao despacho proferido no Expediente nº 0010-15/003493-5, no dia 8 de março, onde a Minuta de Provimento que dispõe sobre a Inspeção Virtual foi publicada.

O diretor de informática do Colégio Registral do Rio Grande do Sul, Paulo Ávila, apresentou ao novo juiz-corregedor, Maurício Ramires, o que tem sido feito pelas entidades representantes da classe para ajustar os detalhes da minuta resposta que será proposta pelas entidades das classes notarial e registral.



Segundo Ávila, as grandes ponderações das entidades são a segurança dos dados dos cartórios, dado o risco de invasões e sequestros de dados, assim como a adequação justa dos detalhes estruturais que as inspeções virtuais demandariam, pois segundo a Minuta de Provimento, as serventias teriam que disponibilizar um computador exclusivo para as inspeções, o que acarretaria um alto custo.

“Nos preocupamos em ajustar os detalhes para que o Provimento atenda às necessidades da Corregedoria, mas também seja justo com todas as serventias, desde as grandes, como as da Capital, como as menores, no interior do Estado”, destacou Ávila.

O juiz-corregedor Maurício Ramires ressaltou que a Corregedoria do Estado tem como preocupação a segurança dos atos cartorários, devido aos crescentes números de casos de falsificação de selos, e que o intuito é trabalhar em conjunto aos notários e registradores do Estado na Minuta de Provimento que regrará as inspeções virtuais. “O que mais importa neste momento é saber que é de comum acordo entre a Corregedoria e as entidades o desfecho do Provimento”, ponderou o magistrado.



Estiveram também presentes na reunião o presidente do Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS), Cláudio Nunes Grecco, a presidente da Associação dos Registradores e Notários do Alto Uruguai (ARN), Margot Virginia Silveira de Souza, o presidente da Fundação ENORE, Ricardo Guimarães Kollet, o presidente do Instituto de Registro de Títulos e Documentos de Pessoa Jurídica (IRTDPJ), Marco Antônio da Silva Domingues, o presidente do Sindicatos dos Registradores Públicos do Rio Grande do Sul (Sindiregis), Carlos Fernando Reis, os coordenadores de correição Vinicius Baieler e William Couto Machado e os representantes das empresas de informática Overstep, Sky Informática e E-Tab.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Fechar Menu